A hora e a vez dos compactos!

Modelo apto Magnus - Solteiro - FRECHALVocê já viu ou ouviu falar de apartamentos de 40 metros quadrados ou menores?

Essa é a nova tendência do mercado para solteiros (singles), pessoas na terceira idade ou casais que optam por não ter filhos. Até algum tempo atrás, para algumas pessoas, apartamentos compactos era coisa de japonês, coisa de um país com grande densidade populacional e pequena área para construção. Mas cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis e mesmo o Centro de Blumenau chegaram neste ponto em que os terrenos para construir diminuíram, ficaram mais escassos e mais caros.

No momento da construção civil e do desenvolvimento urbano e humano que vivemos, um espaço útil e bem planejado pode melhorar a qualidade de vida e favorecer os relacionamentos em um ambiente com maiores áreas sociais dentro dos prédios. É justamente isso que os apartamentos compactos proporcionam, tornando-se super atrativos.

A verticalização urbana facilita a mobilidade, principalmente em regiões centrais, possibilitando o ir e vir sem a necessidade de um carro ou do uso de transporte público. Estimula e valoriza o comércio de bairro, sem falar na maior ocupação das ruas durante a noite, aumentando, também, a segurança.

Ao visitar apartamentos decorados pelas construtoras, ficamos entusiasmados com a beleza e o aproveitamento dos espaços que os arquitetos conseguem criar. Para morar em um apartamento compacto tem-se que mudar um pouco a rotina e otimizar o uso dos espaços e das coisas que temos, mas cabe tudo, desde a geladeira, até a TV de tela plana. Viver em um apartamento compacto é unir conforto, praticidade, beleza e mobilidade urbana.

Metragem mínima

As cidades têm regulamentação para metragens mínimas em edificações. Em Curitiba, o menor espaço autorizado para os cômodos em casas ou apartamentos de uso residencial é de 1,5 metro quadrado para o banheiro; 4 metros quadrados para a cozinha e 8 metros quadrados para a sala. A metragem mínima do primeiro quarto, normatizada pela ABNT, é de 9 metros quadrado e os demais dormitórios, se existirem, precisam ter pelo menos 6 metros quadrados. Em Blumenau, não existe metragem mínima para edificações, prevalecendo o bom senso de cada incorporador.

Fonte: Pense Imóveis Classisanta - 22.10.2013 | Coluna: Soraia Vasselai

Imagem: Modelo de apartamento para solteiro - Empreendimento: Magnus Park Residencial (3Q - 74 m²)